Artigos
12/05/2004 - MINHA PRIMEIRA MARATONA...

A Maratona de São Paulo. Mais um desafio vencido na minha carreira de atleta habilidoso. Na verdade, mais idoso que hábil. Eu estava com a idéia de terminar a prova em 5hs. Saí de casa com o discurso de chegada preparado: "Treino é Treino. Prova é Prova. Nós seguimos as instruções do Professor... Nós demos tudo de si... Eeeeee estamos aguardando um resultado positivo." Afinal de contas, nós nunca sabemos quando vamos aparecer ao vivo na Globo.

Foi dada a largada. Deu tempo de sentir um enorme frio na barriga. Um enorme receio de não terminar a prova. Mas agora, não é hora de pensar nisso.

O Prof. Diego deve estar louco da vida comigo. Logo no início do ano, ele me fez as perguntas básicas: "Quais são os seus objetivos para este ano ?"" Aí calmamente eu respondi: ""Vou fazer o Internacional de Santos, o 1/2 IronMan de Ubatuba e a Maratona de SP"". Nesse momento, eu pude sentir uma expressão de indignação no rosto do Prof. Diego. ""Pô !! E ainda quer ir bem em todas as provas ??"" Prontamente eu respondi: ""Prof. Diego, a minha parte eu já fiz que eram as inscrições... agora o problema é seu... me treina aí pra completar estas provas."

Coitado... aos poucos fui percebendo o tamanho da encreca em que me meti e a outra grande preocupação que acabei trazendo para o Prof. Diego. Agora estou correndo... e esta é a última prova da ""Tríplice Coroa"". Vou atrás de outros atletas mais experientes. Encontrei o Leandro Godinho e o resto da turma. Infelizmente não sei o nome de todos. Desculpe-mem... Mas consigo lembrar o rosto de cada um desejando uma boa prova passando por mim no fatídico Km 30. Calma... ainda chegarei lá. Nos primeiros 10Km, estava junto com o Godinho... foram momentos de muita risada, bom astral e falando de tudo com todos. Depois fiquei na companhia do Paulo ""Veloz"" Elídio. Seguimos num ritmo um pouco mais rápido. Parciais dos 10Km: 1h07´... 21Km: 2hs14´... pelas minhas contas, daria para terminar em 4hs30´.

No Km 26, demonstrei o meu primeiro ato de cansaço: andei até o Km 27 que era a subida do IPT... depois, engrenei na corrida e consegui ir num ritmo mais lento até o Km 30 que era a subida da Av. da FEA. Dentro de toda a USP, contava com um importante apoio pessoal de bike, chamado Wallace... ele ficava falando: ""Olha !! O Homem-Aranha está chegando perto !! Aperta aí que o Tiririca esta chegando perto também !!"" Naquele momento, eu precisava só de um par de pernas novas.

A idéia, seria andar somente até o Km 31. Não deu... andei até o Km 32. Não deu... enfim, fui andando até o Km 41. Eu ficava procurando um táxi para ir embora. Carona com a Polícia Militar... um role de ambulância... skate, patins, patinete... até aquele carrinho do gari servia. Mas, a vontade de terminar a prova acabou sendo maior. As dores musculares eram intensas nas pernas. Na descida, era pior que na subida. É muito louco quando nós ficamos cansados. Tudo fica insano. No Km 40, passou o ônibus "Papa Defunto" que vai catando os desistentes. Neste ponto, o que eu mais queria era terminar. Não conseguia nem mais fazer contas de quanto tempo iria gastar. O raciocínio começava a ficar difícil. Falta neurônio. Afinal de contas, andar, respirar e bater o coração, jão são atividades muito complexas para o corpo poder fazer.

No Km 41, vejo o Prof. Paulinho Santana. Ele me acompanhou até a chegada. Para mim, foi o trecho de maior emoção. Ele começou a me dizer: ""Você vai acabar essa Maratona correndo !! Vamos lá !! Pode confiar !! Aumente a passada e relaxe o dedão das mãos !!"" Realmente isso é um Santo Remédio... o corpo começou a engrenar e comecei a trotar... aos poucos, fui aumentando a passada e ouvindo o Prof. Paulinho dizendo: "Vamos lá Nélsão !! Nós iremos cruzar a linha de chegada !! Está chegando !! Você vai conseguir !! Isso mesmo !!! Sabemos que está difícil, porém, você irá conseguir !! Vamos terminar a prova correndo !! Olha o Relógio !! Ali é a Linha de Chegada !! Agora vai sozinho que essa vitória é sua !! PARABÉNS !!" Começou a juntar uma enorme alegria de estar chegando, com a emoção de estar correndo e ver que era possível... daqui a poucos metros, a prova iria acabar e eu não precisaria mais correr... é uma mistura esquisita de riso e choro até cruzar a Linha de Chegada.

O barulho do registro do chip foi o melhor som que eu poderia ouvir naquele momento... prova terminada... corpo relaxado... uma alegria incontrolável... acabei atrasando só um pouquinho do planejado... foram 5hs46´31"" inesquecíveis.

Bem, agora o que todo mundo quer saber: A comparação da minha performance com os "Atletas de Ponta": Perdi para o Homem-Aranha e para o Zorro. Porém, ganhei do Tiririca, da Tartaruga Ninja e da Noiva. OBRIGADO A TODOS DA ""FAMÍLIA TRILOPEZ"" PELA AJUDA E POR ESSE APOIO DURANTE A PROVA... VALEU !!

Nelson Nogueira Filho, triatleta, corredor e agora maratonista da equipe

Vídeos

15/11/2013 - BRIEF MARATONA MIZUNO UPHILL
12/11/2013 - TRILHA x ASFALTO
20/05/2013 - COMPLEMENTOS DA CORRIDA: NATAÇÃO
27/04/2013 - DESAFIO COACHES PHARMATON 2013
15/05/2013 - DESAFIO PHARMATON 2012

Apoios


Atenção Atletas !!

Momentos 2016

  

Roma Comunicação