Artigos
03/07/2003 - BCAA: NUTRIENTES FUNDAMENTAIS PARA O ESPORTE

No âmbito esportivo, os aminoácidos mais utilizados como suplementos para a melhora da performance do atleta são os aminoácidos de cadeia ramificada, também denominados de BCAA (branched chain amino acids) que compreendem leucina, isoleucina e valina.

Diferentemente de todos os outros aminoácidos existentes, os BCAA são metabolizados principalmente nos músculos e lançados pelo fígado devido à diminuição da taxa da glicose no sangue decorrente da atividade física.

A intensidade do exercício parece ser o fator crítico para a maior necessidade da ingestão de aminoácidos. Diversos trabalhos científicos na área da Medicina e Fisiologia do Esporte (Brouns, 1989; Friedman, 1989; Caloway, 1984) demonstram a necessidade maior de aminoácidos de cadeia ramificada em exercícios de moderada e alta intensidade.

A eficácia da utilização de suplementação nutricional com BCAA em nadadores de meio fundo e fundo, assim como para nadadores de águas abertas, consiste no fato da redução da chamada “fadiga central”.

A fadiga central ocorre quando o atleta apresenta, após exercício extenuante e de longa duração, um aumento dos níveis de um aminoácido denominado triptofano, sob a forma livre, em comparação com os níveis de BCAA. Ao administrar BCAA, o atleta aumenta os níveis de aminoácidos de cadeia ramificada, bloqueando a reação causadora da fadiga central, também conhecida como “Síndrome de Forrest Gump”.

Sabemos também que o exercício aeróbio exaustivo causa uma condição de quebra das proteínas de forma transitória. A quebra das proteínas durante o exercício aumenta a oxidação dos BCAA, com conseqüente formação de substâncias intermediárias que promovem aumento dos níveis da glicose no sangue. Como disse, essa condição é transitória, com recuperação ocorrendo de 4 a 8 horas após o exercício decorrente da síntese das proteínas.

A pergunta agora passa a ser... quando, e quanto ingerir?

Hoje, no mercado temos produtos industrializados de BCAA 1000, 1500, 2000 miligramas por cápsula. A nossa recomendação é para a utilização de BCAA meia hora antes e meia após os treinos e provas. Em distâncias que levem tempo superior a duas horas, pode ser administrado durante o percurso também. A dose total de BCAA não deve superar 10 cápsulas de 2000 miligramas ao dia.

O importante é nunca esquecer que os aminoácidos de cadeia ramificada apresentam papel indispensável como substrato energético para exercícios de resistência, como é o caso de nadadores de média e longa distância.

Quanto maior a intensidade do esforço físico, mais os aminoácidos serão necessários para a boa performance do atleta.

Dr. Miguel Naveira - Especialista em Medicina Esportiva pela UNIFESP

Vídeos

15/11/2013 - BRIEF MARATONA MIZUNO UPHILL
12/11/2013 - TRILHA x ASFALTO
20/05/2013 - COMPLEMENTOS DA CORRIDA: NATAÇÃO
27/04/2013 - DESAFIO COACHES PHARMATON 2013
15/05/2013 - DESAFIO PHARMATON 2012

Apoios


Atenção Atletas !!

Momentos 2016

  

Roma Comunicação