Resultados
06/11/2011 - TRILOPEZ NA MARATONA DE NY !!

Os atletas: Sergio Godoy, Domingos Ferronato e Debora de Andrade, foram os nossos representantes na Maratona de NY que se realizou no dia 06 de Novembro.

PARABÉNS A TODOS !!

Acompanhem abaixo o relato do atleta Domingos Ferronato:

Olá turma!

Foram terríveis as últimas cinco milhas!!!!!! rsrsrs

Bem, tudo começou complicar na Meia Maratona das Pontes quando lesionei e tive que ficar 10 dias sem treinar, justo faltando um mês para a Maratona e justo na semana que tinha que subir a Biologia três vezes com 30km de treino... Lá fui eu com anti-inflamatório dos fortes, treinos leves escondido para não deixar o corpo relaxar e vamos ver no que vai dar no dia. Mas como nem todos os males vem de uma vez só, nas duas últimas semanas faltei em três treinos devido ao trabalho e fui viajar imaginando como seria conseguir terminar a prova ficando de pé..... Fui para NY e depois de tudo, ainda tinha que levar as duas damas de casa fazer compras e lá vai eu caminhar o dia todo em vez de treinar (essas mulheres não entendem o que é correr uma maratona....rsrsrs).

Em NY um vento gelado de doer os ossos, fazia com que a neve de uma semana antes não derretesse mesmo tendo sol, eu só torcendo para pelo menos diminuir este vento.

Domingo de manhã levantei as 04:30 (esse foi um sacrifício daqueles) quando saí na rua, uma frio gelado, e fui para Manhattan (me hospedei no Queens e para quem não conhece, é uma ótima opção para ficar em NY, barato e perto de Manhattan) para tomar o metrô rumo ao sul da ilha.

Aí começou o lado favorável depois de tantas dificuldades: parei para perguntar como a forma mais fácil para chegar no ferry boat e um casal que estava indo para o Central Park trabalhar na organização da prova sugeriu que eu fosse de taxi que seria muito mais fácil. Tomei o taxi que custou US$ 15 e cheguei em 10 minutos, fácil e barato.

E cheguei na largada eram 06:30hs sendo que no caminho conheci uns italianos boa gente e deu para passar o tempo de forma animada. Importante, muiiiito importante: não tinha vento!!!! Eba...... Até saiu o sol o que aumentou a temperatura que estava em 4 graus quando saí do hotel, imagino que estivesse uns 12 a 14 graus na largada. E vamos lá com essa coisa de correr 42 kms....discurso do prefeito de NY...recorde de participantes...blá blá blá e bun! Foi dada a largada!!!

Lá vou eu subir a Verazzano Bridge, entupida de gente....ôh imagem bonita!! Mas foi lenta a subida, demorei 08:20 min para fazer a primeira milha. Depois foi só aumentar o ritmo e como podem ver no anexo, até a 8ª ou 9ª milha, eu estava num ritmo de fazer o percurso em 03:02hs ou seja, um temporal como diria a anta do Galvão Bueno....rsrs Comecei reduzir um pouquinho o ritmo e completei a Meia-Maratona em 01:32 o que estava muito bom.

Mas nada é perfeito. Na milha 15 e 16, foi a passagem na ponte Queensboro e eu estava muito bem, isso me animou e em vez de desacelerar, mantive o ritmo forte e quando chegeui no km 30 veio aquele cansaço e as dores leves começaram nas paturilhas. Fiquei com muito medo de não poder concluir a prova e desacelerei para tentar me manter até o final. Aquela reta da 1ª Avenida não terminava nunca mas quando terminou e contornei a ponte do Bronx, aquele telão onde me ví passar, me deu um ânimo que precisava muito naquele momento. As dores e cansaço aumentavam e nesta hora já estava por conta da garra e superação.

Chegou finalmente a Quinta Avenida. Aí eu já sabia que era outra longa reta, e o pior leve subida o tempo todo. Eita subida longa!!!! As milhas nunca foram tão longas. Encontrei um brasileiro, perguntei se estava tudo bem e fui com ele até entrar no Central Park. E um mundo de gente nas calçadas! O trecho todo. Como é bacana correr com tanta gente incentivando!!! E ajuda muito a manter a motivação e nos superarmos. As duas milhas dentro do Central Park foram intermináveis, mas nestas alturas, nada mais me faria parar. Cruzei a linha de chegada tão feliz, que nem sentí as dores naquele momento. Fui bater as fotos de chegada e aí dei aquela paradinha.....para voltar a andar, eu quase tive que pedir ajuda. Passei no atendimento médico, fizeram uma massagem meia boca e deu para sair andando. Normalmente quando terminamos uma prova tão exaustos e doloridos, pensamos: nunca mais! Mas não tive em nenhum momento este sentimento, apesar das dificuldades, foi um desafio que me deu prazer em ter superado quase na forma como tinha desejado muito, ou seja: terminar a prova abaixo de 03:10hs

No final, 03:11:48 foi um tempo melhor que minha meta que era de 03:20 e melhor que em Buenos Aires que foi de 03:14:26, portanto com dever plenamente cumprido....rsrs

Obrigado Xile e Luis por me desafiarem a correr uma Maratona, vocês me ajudaram muito a criar coragem e enfrentar esse tipo de desafio. Obrigado à todos que sempre me incentivaram e me empurraram para desafios maiores. A Grazzi enviou um texto de um blog para ler que gostei muito e respondí à ela que iria bater meu tempo de Buenos Aires em homenagem a vocês. Conseguí e fiquei muito feliz!!!

Agora rumo a Boston, Chicago, Berlim e Londres!!! Vou fazer as Big Five!!!!

Beijos e abraços à todos

Domingos




Vídeos

15/11/2013 - BRIEF MARATONA MIZUNO UPHILL
12/11/2013 - TRILHA x ASFALTO
20/05/2013 - COMPLEMENTOS DA CORRIDA: NATAÇÃO
27/04/2013 - DESAFIO COACHES PHARMATON 2013
15/05/2013 - DESAFIO PHARMATON 2012

Apoios


Atenção Atletas !!

Momentos 2016

  

Roma Comunicação