Resultados
15/11/2009 - PAULO NAVARRO NA MARATONA DE BUZIOS !!

Paulo Navarro participou da 1a edição da Maratona de Buzios realizada nesse Domingo de feriado da República. Os 42Km foram disputados num percurso intercalando asfalto, trlhas e praias com altimetria variada.

Essa Maratona valeu como parte da sua preparação para o IM em 2010. Ele fechou a prova em 5hs18', sendo décimo do geral de 41 participantes.

Segue abaixo o preciso relato do atleta Paulo Navarro sobre a prova:

* Briefing: 42 kms, optei por solo, em terrenos diversos (cross).

* Plano: Sob o programa anual, realizar uma maratona ao final de cada semestre. Na indisponibilidade da data para a de Curitiba, encontramos esta como uma opção, apesar do “toque” especial de cross.

* Objetivo: Realizar a terceira maratona em caráter de treino e rodagem (calejar) visando o IronMan 2010.

* Preparação específica realizada:

Vinha do tradicional volume de treinos visando provas de “meio iron”, após o 70.3 de 29/Ago, mantive em intensidade leve o volume no programa “Pirassununga”, com prazo de 5 finais de semana, optamos pelo teste em 3 treinos longos (28 / 33 / 28 kms) para confirmar as condições físicas e mentais.

Após execução deste em perfeitas condições, ainda realizamos um 4º treino de aprox. 25 kms (02:15hs) com muitas montanhas e gramados.

* A Prova:

Como primeira realização, esta prova teve um pequeno número de inscritos (aprox. 240 atletas). Mas o pessoal que realizou o “congresso técnico” e entrega dos kits, aparentemente, demonstraram boa condição organizacional e tranqüilidade sobre o que estavam organizando (me refiro ao bom conhecimento do que é a corrida cross).

A prova teve largada as 07hrs, já sob sol e calor tradicional do Rio de Janeiro... desde o início em terrenos irregulares (pedras, paralelepípedos, terra, etc...) montanhas então, desde o km 2,5 e a vontade para qualquer maníaco por pirambeiras...

Os recursos naturais, já previstos, contemplaram uma ótima aventura e sem dúvida, para quem gosta de desafio, o prazer de um evento de pleno contato com a natureza.

A organização anunciou postos de hidratação a cada 3,5 kms... no início foi preciso e de boa dosagem (garrafinhas de 510 mls geladas... ufa!)... já na fase dos 25 aos 30 kms, parece que demoraram estes... mas lá estavam... já não tão geladas, afetadas naturalmente pela temperatura ambiente, que fervia aos aproximadamente 35º C.

Planejei o ritmo de 05m30s a 06m x km como parâmetro de início, visando o não desgaste e poder manter ritmo na reta final... já que pelo traçado, teríamos uma orla de praia de 7,2 kms a partir do km 30... delícia!!!

Passei pelo primeiro posto de troca (opção dos revenzantes) com 01h03m, onde deveríamos ter algo próximo a 11 kms... este 1º trecho foi relativamente tranqüilo, pois as montanhas foram na maioria em ruas de paralelepípedo...

Passei pelo segundo posto de troca, já com 01h11m nesse trecho... onde proporcionalmente, deveríamos ter algo como 21 kms... já este 2º trecho foi mais composto por praias... areia dura e maré baixa pelo horário, por sorte para trotar com mais tranqüilidade...

Aqui começou o desafio de verdade (3º trecho) do km 21 ao 30... iniciamos uma montanha com aprox. 160 mts de altura, em subida em 1 (um) km... parede de terra, escala, técnicas verticais... ritmo cardíaco altíssimo para dar um passo de 0,5mt por segundo...

A descida desta montanha foi mais “maniera” (como dizem os caricas)... mas técnica pela irregularidade da trilha, aberta... ao contrário da subida que predominava vegetação fechada...

Após estas trilhas, tivemos árduos kms sob o sol forte, à beira de ruas de vilarejos... montanhas com vegetação fechada e sinalização distante... exigindo uma noção de direção e peito para arranhões na mata fechada... e pra fechar... um belo mangue de barro (cerca de 500 mts) até a canela entre os kms 25 e 27 kms... com uma estradinha de terra boa para secar os pés e tênis (cheguei a parar em uma sombra para tirar o tênis e aliviar cerca de 0,5kg em cada pé de puro barro)...

Passei pelo terceiro posto de troca, já com 01h39m, sob um sol escaldante e já sentindo “a parede” do km 30...

Senti bem nesse momento, e cheguei a caminhar por cerca de 03 kms para recuperação... entre o km 30 e 32, o tênis já raspava junto com a meia, provando uma ferida sobre o “tendão de Aquiles” do pé direito.... momento em que tirei de vez os tênis e meias e fui descalço, a beira mar... isso me ajudou muito a refrigerar o corpo e a ter as pernas e pés mais leves...

Pude desenvolver novamente o trote por toda a orla do km 32 ao 38... a reta final foi contemplada por pedras e rochas tradicionais de canto de praias... técnicas também para escaladas, pulos e mergulhos a meio corpo para passar por alguns pontos...

A reta final ficou por conta de uma estrada de terra e asfalto a um sol fritante e chegada com suor ao sabor de sangue.

* A Suplementação:

A maravilhosa equipe de apoio foi determinante e o grande diferencial (GRAZIELA). Mandou muito bem, com seu BUGGY alugado estando presente em todos os postos de trocas e até se antecipando em 1 ou 2 kms ao terceiro posto (caiu do céu)...

Montamos um plano entre: HIDRATAÇÃO e ALIMENTAÇÃO, onde:

Jantar de massas: macarronada pesada (cerca de 700 a 800 gr) com carne moída e queijo ralado; Café da manhã: (1 + ½ pão francês com requeijão e queijo prato + Chá Mate com LGlutamina + uvas passas) Largada ao km 10: água da organização + 01 gel antes e a cada 45 min; Km 11 ao 21: água da organização + 01 gel antes e a cada 45 min + cinturão de hidratação com 1 garrafinha com 300 mls com gel x água x pitada de sal (gostosa experiência, sabor de comida e preencheu o estomago); Km 22 ao 30: água da organização + 01 gel antes e a cada 45 min (comecei a intercalar alguns gels com pedaços de barra de proteína e duas bisnaguinhas com uvas passas) + Camel Back com 1,5 lts de maltodrextrina com pitada de sal (tomei apenas 1 lts até o km 30) Km 30: especial apoio... entreguei o Camel Back e retomei o cinturão com as garrafinhas re-abastecidas... além da SPECIAL NEEDS (sacolinha plástica com: 01 GuaráViton + 01 Energético da Coca-Cola + 01 água extra da organização + Bisnaguinhas (comi uma apenas) + pedra de gelo dentro do boné) A partir da praia do km 30, passei a me molhar para refrescar (organização com mangueira no km 35 aprox., onde deixei toda a sacola do Special Needs) e a correr na praia para ajudar na refrigeração do corpo. * O Resultado:

Ao chegar na linha final, não só haviam poucas pessoas, pela dimensão da prova, mas especialmente pelo tempo que teve até alguém vir atrás de mim... já que não avistava alguém a um bom tempo...

Não havia a informação de classificação na hora, pois o registro era manual e a premiação somente ocorreria as 15 hrs...

Mas pelo tempo que fiquei na recuperação, vi duas pessoas chegarem atrás de mim, em torno de 10 minutos após... comentei que pelo bio-tipo deles, eu não os teria desafiados na largada por nada...

Somente ao longo desta semana pude confirmar nos números, minha satisfação desde a cruzada da linha... não só pelo prazer com a prova de aventura, como também pelo desempenho e resposta física e emocional... além de completar a prova entre 41 que largaram, que apenas 31 concluíram...

Seguem abaixo meus registros no Polar e anexo planilha com resultados completos, além de algumas fotinhos: Coachers, muito obrigado pela ajuda, paciência e orientação!

Equipe, sem palavras para agradecer a presença de cada um de vcs em nossos maravilhosos treinos do dia a dia!

Grazi e todos da Família, Simplesmente por vcs! Pra vcs!

Ao cara lá de cima, Thanks! Muitos Thanks por mais esta oportunidade e prazer de viver a vida!

Bjs e Abs, e rumo ao IronMan 2010!!!!!!!!!!!!!!!!!

Paulo Salazar Navarro


Vídeos

15/11/2013 - BRIEF MARATONA MIZUNO UPHILL
12/11/2013 - TRILHA x ASFALTO
20/05/2013 - COMPLEMENTOS DA CORRIDA: NATAÇÃO
27/04/2013 - DESAFIO COACHES PHARMATON 2013
15/05/2013 - DESAFIO PHARMATON 2012

Apoios


Atenção Atletas !!

Momentos 2016

  

Roma Comunicação